Dr. Fabricio Cardoso

Início » 2014 » agosto

Arquivo mensal: agosto 2014

Radiografias em movimento. Como são feitas?

Quando ouvimos falar em Raio-X ou radiografia sempre nos vem à cabeça uma espécie de foto em preto e branco impressa em um plástico mostrando, de forma estática, uma parte do corpo humano.

Na última semana vimos publicados em vários sites, blogs e redes sociais na internet imagens de raio-X dinâmicos,  mostrando como as nossas principais articulações funcionam internamente. As imagens são do ortopedista Noah Weiss e divulgada pelo designer de San Francisco Cameron Drake.

Mas como são produzidas estas imagens?

As imagens for feitas utilizando um aparelho usado na rotina dos ortopedistas chamado intensificador de imagem ou fluoroscópio, que assim como a filmadora, faz uma série de imagens em sequência formando as imagens que veremos a seguir.

 

joelho

Joelho

mão

Mão

tornozelo

Tornozelo

ombro

Ombro

cotovelo

Cotovelo

No próximo post mostrarei um vídeo do funcionamento do intensificador de imagem destacando sua importância na rotina do ortopedista.

Meu filho tem as pernas tortas

A cada 10 crianças que passam nos consultórios ortopédicos, 9 são levada por dúvidas dos pais ou parentes próximos em relação a forma dos pés ou das pernas:

– Meu filho é arcado!!!criancas1

– Meu filho é junteiro!!!

– Meu filho cai muito!!!

– Meu filho tem os pés para dentro!!!

– Meu filho tem o pé chato!!!

– Precisa bota?

– Precisa palmilha?

Na maior parte dos casos nada precisa ser feito, somente observação.

Mas o que é normal e o que é anormal?

Tudo vai depender da idade que a criança tem, para cada faixa etária uma determinada faixa angulação será considerada normal.

Mas antes de falarmos de cada faixa etária específica vamos esclarecer dois termos técnicos que serão usados: varo e valgo ou genovaro e genovalgo.

 

Varo ou geno varo – Quando os joelhos são “arcados”, ou seja, juntando-se os dois pés os joelhos não encostam.

Valgo ou geno valgo – Quando os joelhos são “junteiros” ou em forma de tesoura.

Varo Valgo

E o que é normal para cada idade?

 

Recém nascido até 01 ano e meio:

A criança encontra-se em varo (arcada), ou seja, a criança nasce arcada (geno varo) e vai retificando progressivamente durante o período que a criança começa a andar e em torno de 01 ano e meio a 02 anos os membros em geral encontram-se retificados (neutros).

De 01 ano e meio até por volta dos 04 anos:

Nesta faixa etária os membros inferiores começam a apresentar angulação em valgo, o seja, apresentam pernas junteiras ou em forma de tesoura e esta angulação vai aumentando até por volta dos 04 anos de idade, época que geralmente os pais procuram o médico relatando que a criança está junteira, que bate os joelhos, cai muito, tem os pés rodados para dentro…etc. Estas alterações são normais para esta idade devido a angulação do joelho.

De 04 aos 07 anos:

Nesta faixa etária temos uma diminuição gradual do valgo com estabilização da angulação em torno dos 07 anos permanecendo até a idade adulta, ou seja, a curvatura dos joelhos tendem a se normalizar e a angulação apresentada aos 7 anos permanece até a idade adulta.

Devemos lembrar que devido a tendencia familiar de cada indivíduo alguns graus de varo ou valgo são aceitáveis sem que isto signifique doença.

Joelho infantil

E a bota ortopédica doutor?

As botas ortopédicas não são mais usadas hoje em dia por não terem comprovação científica de sua eficácia.

Mas doutor minha mãe e minha sogra conhecem várias pessoas que usaram a bota ortopédica e foram curadas!!!

Estas angulações têm tendência a normalização com ou sem as botas, ou seja, sem as botas ortopédicas também seriam “curadas” até em torno dos 7 anos.

No passado acreditou-se que as botas ortopédicas eram responsáveis pela correção, hoje existe comprovação científica de que elas não exercem efeito algum na angulação dos joelhos.

E as palmilhas?

Assim como as botas ortopédicas, não existe comprovação cietífica de sua eficácia.

 

Conheço um médico que passa palmilhas…

Este é um questionamento que temos frequentemente nos consultórios ortopédicos, de pais e principalmente dos avós que presenciaram o grande uso de botas ortopédicas no passado e que não aceitam ouvir do ortopedista que o filho está normal e que não precisa de tratamento algum. Neste caso, alguns ortopedistas optam pela prescrição das palmilhas para acalmar os ânimos.

 

Para finalizar…

A grande maioria das crianças que vão aos consultórios ortopédicos não apresentam anormalidade.

Para cada idade existe uma angulação normal para os joelhos, ou seja, o que é normal para uma determinada idade poderá não ser para outra.

Até os 7 anos a maioria dos desvios se corrigem.

Não existe comprovação científica de que botas ortopédica e palmilhas corrijam as angulações dos joelhos.

Se a forma dos membros inferiores do seu filho não está seguindo o esquema informado neste artigo procure o ortopedista.

 

Este artigo respeita as normas regulamentadoras do exercício ético-profissional da medicina e nunca descartando a necessidade da consulta para o tratamento e o esclarecimento de dúvidas.

As informações deste artigo visam complementar, mas nunca substituir o relacionamento entre médico e pacientes.

Na dúvida procure o ortopedista.

 

Criança protegida no carro

Aprenda passo-a-passo neste tutorial,como posicionar corretamente seu filho na cadeirinha de segurança no banco traseiro do veiculo.

Campanha realizada de Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) desde 2010.

O uso do computador e sua saúde

O Diário
O uso do computador por muitas horas seguidas e diariamente pode trazer outros riscos à saúde. Segundo o médico especialista em ortopedia e traumatologia, Fabricio Cardoso, as principais doenças são as relacionadas com a coluna lombar e cervical e as tendinopatias, principalmente em ombros, punhos e mãos. As consequencias do uso inadequado ou excessivo do computador não são imediatas, ocorrendo a médio e longo prazo. O mau uso do computador no trabalho e em casa é responsável por grande parte das LER (lesão por esforço repetitivo) ou DORT (doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho) – detalha o ortopedista. Fabricio ressaltou que as reclamações mais frequentes, em seu consultório são as dores cervicais (no pescoço), dor nas costas e dores nos punhos causadas pelo uso inadequado do computador, telefone celular e tablets. O médico aconselha a ter cuidado com a postura, evitar o uso do laptop na cama, alternar o uso do teclado com o mouse e fazer uma pausa de 5 a 10 minutos a cada hora de uso, com alongamento de braços, mãos, pernas e coluna. “O computador deve ficar em cima da mesa e a cadeira deve ser adequada, lembrando sempre do apoio para as costas, braços e pés. A prática de atividade física para fortalecer o aparelho osteomuscular é também fundamental”, orienta.
Fonte: Jornal O Diário de Campos dos Goytacazes 09/02/2014

 

A Ortopedia como você nunca viu

Vídeo criado pela Ghost Productions e apresentado no Congresso da Academia Americana de Cirurgiões Ortopédicos (AAOS) em 2009 em Las Vegas mostrando uma animação onde um artista quebra quase todos os seu ossos e em seguida são reparados cirurgicamente em menos de 3 minutos.

Ghost Productions – Heal – Animated Trauma from Ghost Productions on Vimeo.